Quinta, 13 de Junho de 2024
Publicidade

Haddad propõe limitar crescimento dos pisos de saúde e educação a 2,5%

Ministério da Fazenda analisa alterações nas regras orçamentárias para alinhar despesas ao limite fiscal

11/06/2024 às 08h02
Por: Tatiana Lemes
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Ministério da Fazenda está analisando propostas para alterar as regras orçamentárias de saúde e educação, com o intuito de adequar o crescimento dessas despesas ao novo arcabouço fiscal, que impõe um teto de 2,5% ao ano para o aumento real dos gastos federais.

Continua após a publicidade
Anúncio

De acordo com um membro da equipe econômica, a nova proposta prevê que o crescimento real dos pisos de saúde e educação será restrito ao limite de 2,5%. Além disso, estão sendo estudadas modificações nas regras de certos benefícios previdenciários, como o auxílio por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença), que poderão ser desvinculados do salário mínimo.

Essas potenciais alterações estão sendo consideradas no contexto de pressões para que o governo apresente medidas de equilíbrio fiscal do lado das despesas, após focar por um ano e meio na geração de receitas adicionais. Tanto o Ministério da Fazenda, sob a liderança de Fernando Haddad, quanto o Ministério do Planejamento, comandado por Simone Tebet, estão desenvolvendo propostas que serão submetidas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Receba as principais notícias do Brasil pelo WhatsApp. Clique aqui para entrar na lista VIP do WK Notícias. 

*Com informações Reuters

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Campo Grande, MS
22°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 31°

22° Sensação
6.17km/h Vento
53% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h11 Nascer do sol
06h05 Pôr do sol
Sex 31° 20°
Sáb 33° 23°
Dom 34° 22°
Seg 34° 22°
Ter 33° 23°
Atualizado às 03h02
Economia
Dólar
R$ 5,40 -0,13%
Euro
R$ 5,84 -0,14%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,15%
Bitcoin
R$ 386,588,96 -1,01%
Ibovespa
119,936,02 pts -1.4%
Publicidade