Terça, 28 de Maio de 2024
Publicidade

Comissão aprova projeto que cria programa nacional de incentivo à cadeia produtiva do açaí

O programa busca aumentar a produção do fruto; proposta continua em análise na Câmara

16/05/2024 às 09h08
Por: WK Notícias Fonte: Agência Câmara
Compartilhe:
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3600/23 , que cria o Programa Nacional de Incentivo e Comercialização do Açaí.

Continua após a publicidade
Anúncio

O relator, deputado Pastor Diniz (União-RR), defendeu a aprovação. “A proposta parece bem estruturada, com potencial de impulsionar toda a indústria do açaí, sobretudo no que se refere às comunidades produtoras”, afirmou.

Segundo o autor, deputado Raimundo Santos (PSD-PA), o projeto de lei deverá ajudar o desenvolvimento das cadeias produtivas do açaí. A implantação, a regulamentação e a cooperação do programa caberão ao Poder Executivo.

Principais pontos
Pelo texto aprovado, o programa terá como princípios e diretrizes:

  • ampliar a produção e o processamento do açaí;
  • criar programas de treinamento da mão de obra;
  • aprofundar o acesso a tecnologias e conhecimentos que melhorem as condições de trabalho e rendimento e a qualidade de vida dos produtores;
  • promover o acesso facilitado a educação financeira, assistência técnica e sistema diferenciado de garantias para produtores;
  • desenvolver incentivos para produção e processamento do açaí;
  • fomentar o associativismo nas cadeias de produção e processamento;
  • cultivar a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico para garantir o aproveitamento econômico sustentável do setor; e
  • fomentar o desenvolvimento econômico e social sustentável dos estados e municípios.

O projeto de lei autoriza a realização de parcerias entre entidades públicas (federais, estaduais e municipais) e com o setor privado. Além de prever recursos orçamentários em ações do governo, o texto sugere a criação de linhas de crédito específicas.

Produção mundial
“O Brasil responde por 85% da produção mundial de açaí, e o Pará, por mais de 90% da safra”, disse Raimundo Santos. Amazonas, Acre, Amapá, Maranhão, Rondônia, Alagoas, Bahia, Espírito Santo e Tocantins também são produtores.

“O açaí é consumido de diversas formas, puro ou com misturas, e traz benefícios à saúde no controle do colesterol e da pressão arterial, na prevenção de doenças degenerativas e na redução do risco de câncer”, afirmou o parlamentar.

Continua após a publicidade

Próximo passo
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Campo Grande, MS
10°
Tempo nublado

Mín. 10° Máx. 17°

Sensação
5.14km/h Vento
82% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h06 Nascer do sol
06h06 Pôr do sol
Qua 19° 10°
Qui 23° 10°
Sex 26° 13°
Sáb 29° 15°
Dom 32° 18°
Atualizado às 09h02
Economia
Dólar
R$ 5,16 -0,32%
Euro
R$ 5,60 -0,21%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,50%
Bitcoin
R$ 371,996,81 -2,24%
Ibovespa
124,775,64 pts 0.22%
Publicidade