Quinta, 13 de Junho de 2024
Publicidade

MTST ocupa Prédio do INSS em Porto Alegre em meio à crise de moradia

Ação visa oferecer abrigo a desabrigados das chuvas e denunciar especulação imobiliária

11/06/2024 às 08h29
Por: Tatiana Lemes
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

No último sábado (8), o Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) realizou uma ocupação no prédio do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O edifício, localizado no Centro Histórico da cidade, com 25 andares, encontra-se desativado para atendimento ao público, sendo utilizado apenas como depósito para armazenar arquivos, móveis e utensílios da entidade.

Continua após a publicidade
Anúncio

A ação, intitulada 'Ocupação Maria da Conceição Tavares', foi realizada em homenagem à economista e ex-deputada do Partido dos Trabalhadores, falecida no mesmo dia. O deputado estadual Matheus Gomes (Psol/RS) manifestou apoio à iniciativa, destacando que ela oferece abrigo a pessoas que perderam suas casas devido às chuvas e enchentes que atingiram o Estado.

"Esse movimento apresenta um caminho para a reconstrução de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul. Trazer a população trabalhadora e pobre para morar no centro, usar estruturas que já estão construídas, sejam elas públicas ou privadas, e diminuir o poder da especulação imobiliária", afirmou o deputado em um vídeo publicado na rede social X (antigo Twitter).

Para Gomes, o governo precisa encarar essa ação com sensibilidade, pois representa uma solução 'inteligente' após o desastre climático que assolou a região. Cláudia Ávila, coordenadora nacional do MTST, ressaltou que a ocupação demonstra que é possível construir moradias populares dignas em imóveis que não cumprem sua função social, especialmente através do programa Minha Casa Minha Vida.

Dados da Defesa Civil do RS indicam que 18.854 pessoas estão em abrigos e 423.486 estão desalojadas devido às enchentes em todo o Estado. A ocupação do prédio do INSS destaca a urgência de políticas públicas eficazes para enfrentar a crise habitacional e a solidariedade diante das adversidades enfrentadas pela população afetada pelas chuvas.

Receba as principais notícias do Brasil pelo WhatsApp. Clique aqui para entrar na lista VIP do WK Notícias. 

*Com informações Terra Brasil

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Campo Grande, MS
22°
Tempo limpo

Mín. 18° Máx. 31°

22° Sensação
8.23km/h Vento
49% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h11 Nascer do sol
06h05 Pôr do sol
Sex 31° 20°
Sáb 33° 23°
Dom 34° 22°
Seg 34° 22°
Ter 33° 23°
Atualizado às 06h02
Economia
Dólar
R$ 5,40 -0,13%
Euro
R$ 5,84 -0,14%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,15%
Bitcoin
R$ 385,339,86 -1,33%
Ibovespa
119,936,02 pts -1.4%
Publicidade