Domingo, 21 de Julho de 2024
Publicidade

Bolsonaro lamenta morte de Pelé e decreta luto de três dias

Presidente prestou condolências aos familiares pelas redes sociais

29/12/2022 às 22h19 Atualizada em 30/12/2022 às 09h34
Por:
Compartilhe:
Bolsonaro:
Bolsonaro: "Rei do Futebol, foi um dos maiores atletas de todos os tempos"

O presidente Jair Bolsonaro (PL) decretou luto oficial no país por três dias em homenagem ao ex-jogador Pelé, que morreu nesta quinta-feira (19).

Continua após a publicidade
Anúncio

A homenagem é representada por meio da bandeira nacional, que ficará a meio mastro durante três dias. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU).

“É declarado luto oficial em todo o País, pelo período de três dias, contados da data de publicação deste Decreto, em sinal de pesar pelo falecimento de Edson Arantes do Nascimento, Pelé, ex-jogador de futebol”, cita a medida.

Nota de pesar

“O Governo Federal, por meio da Presidência da República, presta suas condolências aos familiares e amigos de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, em razão de seu falecimento na cidade de São Paulo.

Pelé, o Rei do Futebol, foi um dos maiores atletas de todos os tempos. O único tricampeão mundial demonstrou por suas ações que, além de grande atleta, foi também um grande cidadão e patriota, elevando o nome do Brasil por onde passou.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, roga a Deus que o receba em Seus braços e dê força e fé a toda a sua família e amigos para superar esse difícil momento”.

Continua após a publicidade

Pelas redes sociais, o presidente lamentou a morte de Pelé e mais uma vez, prestou condolências aos familiares - “Com pesar o passamento de um homem, que pelo futebol, levou o nome do Brasil para o mundo. Transformou o futebol em arte e alegria. Que Deus conforte sua família e que o acolha na sua infinita misericórdia.”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro)

Diagnóstico

Pelé estava internado desde o dia 29 de novembro, quando visitou o hospital para reavaliar o tratamento quimioterápico e foi diagnosticado com uma infecção respiratória.

Desde então, o craque estava em cuidados paliativos, recebendo medidas de conforto para aliviar dores e falta de ar. Pelé passou por uma cirurgia para a retirada do tumor em 4 de setembro do ano passado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários