Domingo, 21 de Julho de 2024
Publicidade

Governo MS promove ações preventivas contra influenza aviária no Pantanal

Equipes da Iagro percorrem o Pantanal para alertar sobre Gripe Aviária

16/03/2023 às 12h21 Atualizada em 16/03/2023 às 12h22
Por:
Compartilhe:
Equipe da Iagro orienta os pantaneiros sobre medidas preventivas em caso de Gripe Aviária
Equipe da Iagro orienta os pantaneiros sobre medidas preventivas em caso de Gripe Aviária

Uma comitiva da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), enviada pelo Governo de Mato Grosso do Sul está levando ao Pantanal adentro informações aos moradores sobre a manutenção da sanidade dos animais, em especial contra a influenza aviária.

Continua após a publicidade
Anúncio

O fiscal Claudio di Martino, integrante da comitiva informou sobre a ameaça da influenza aviária após registro recente de um caso em Cochabamba, na região andina da Bolívia, em um assentamento em Corumbá, a poucos quilômetros da faixa de fronteira seca com a Bolívia, sendo visto como estratégico para frear a entrada de doenças que afetam a sanidade animal no Brasil.

Várias informações foram compartilhadas para identificar casos de influenza aviária, sobre como proceder em caso de algum animal infectado ou sob suspeita, e todas as implicações que a zoonose pode trazer à saúde e impactar na economia.

Outros temas foram apresentados, como a implementação do Selo Arte - destinado aos que produzem produtos de origem animal de forma artesanal sejam atestados com uma certificação de qualidade - e o fim da vacinação contra a aftosa também foram abordados e discutidos com os moradores, que tiveram palavra aberta para fazer sugestões aos técnicos da agência sanitária.

Selo Arte

O Selo Arte é destinado àqueles que trabalham com produtos de origem animal de forma artesanal, e busca atestar a qualidade desses produtos através de uma certificação.

Continua após a publicidade

Essa medida é de extrema importância para garantir a segurança alimentar dos consumidores e valorizar os produtores que se dedicam à produção artesanal. 

A equipe também explicou sobre os procedimentos com o  fim da vacinação contra a febre aftosa, uma medida que visa a melhoria da saúde animal e que pode contribuir para a abertura de novos mercados para os produtores brasileiros.

Durante a reunião, os moradores tiveram a oportunidade de participar ativamente, fazendo sugestões e trocando informações com os técnicos da agência sanitária.

Material Informativo

Foram distribuídos gibis informativos, cujo formato foi usado para cativar os moradores conscientizando-os sobre a importância de se prevenir quanto a influenza aviária.

Os materiais impressos entregues aos assentados e as explicações dos servidores ajudaram a todos na compreensão de que o fluxo migratório das aves dissemina o vírus entre elas, sendo assim importante que aves domésticas não interajam com as silvestres.

Visitas

As visitas aos assentamentos e a fiscalização no posto de fronteira acontece há praticamente um mês, contudo vem sendo reforçada.

O grupo que visitou o Assentamento Taquaral nesta quarta e segue para a fazenda Novo Horizonte nesta quinta é formado pelo diretor-adjunto da Iagro, Cristiano Moreira de Oliveira; pelo gerente de Controle e Operações, Marco Aurélio Guimarães; pelo coordenador do Núcleo de Produtos Artesanais de Origem Animal, Wilson de Moraes Rodrigues Junior; pelo fiscal Claudio Di Martino; e pela assessora de comunicação Iza Olmos Rodrigues de Lima.

Quais as orientações?

Os principais sinais da doença nos animais são dificuldade respiratória, corrimento nasal e ocular, inchaço de cabeça, andar cambaleante, torcicolo e alta mortalidade. A transmissão ocorre por contato direto com aves contaminadas, mais especificamente com secreções. Evitar o contato com as aves, manuseio de animais doentes e a manutenção da limpeza do ambiente de criação são medidas de prevenção.

O Brasil nunca registrou nenhum caso da doença. Para comunicar a Iagro em qualquer suspeita da doença, o contato é o WhatsApp (67) 99961-9205, além da plataforma e-Sisbravet (Sistema Brasileiro de Vigilância e Emergência Veterinária), e via internet:

https://sistemasweb4.agricultura.gov.br/sisbravet/manterNotificacao!abrirFormInternet.action.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários