Domingo, 21 de Julho de 2024
Publicidade

China confirma retomada das exportações de carne bovina

Jordânia, Irã e Tailândia continuam com restrição à carne brasileira

23/03/2023 às 14h44
Por:
Compartilhe:
A liberação das exportações é para as carnes de animais abatidos
A liberação das exportações é para as carnes de animais abatidos

Após cerca de um mês de exportações de carne bovina suspensas para a China devido a um caso de Vaca Louca - Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) - atípica, em Marabá, no Pará, em 22 de fevereiro, os embarques já podem ser oficialmente retomados.

Continua após a publicidade
Anúncio

Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), "após reunião com a delegação brasileira, nesta quinta-feira (23), em Pequim, o governo chines decidiu levantar o embargo à carne bovina brasileira.

As importações do Brasil estavam suspensas desde fevereiro após a confirmação de um caso de Encefalopatia Espongiforme Bovina (mal da “vaca louca”) em um animal macho de 9 anos em uma pequena propriedade no município de Marabá (PA)".

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, que está em comitiva na China com demais autoridades do agronegócio desde ontem (22), se reuniu com o Ministro da Administração Geral da Aduana Chinesa (GACC), Yu Jianhua, para tratar do assunto.

A liberação das exportações é para as carnes de animais abatidos a partir do dia 24 de março.

Vale lembrar que Jordânia, Irã e Tailândia também suspenderam o produto brasileiro.

Analista de mercado repercute os possíveis efeitos da retomada dos embarques

Continua após a publicidade

Segundo Fernando Henrique Iglesias, analista da SAFRAS & Mercado, a primeira demonstração do setor hoje deve ser de altas nos preços no mercado futuro na B3.

Em seguida, os frigoríficos que estão com as atividades com menor capacidade e com produto parado devem se organizar em relação à logística assim que receberem aval da China.

"Os frigoríficos com escalas mais curtas devem entrar no mercado pagando preços mais altos pela arroba do boi gordo, podendo haver bons reajustes em São Paulo, Minas Gerais, mas no curtíssimo prazo", disse o especialista.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários